A Secção de Homicídios da PJ está a investigar a morte de um homem, de 46 anos, antigo segurança na discoteca Urban Beach, em Lisboa, que estava desaparecido há vários dias, na tarde de sexta-feira, em Birre, Cascais.

Segundo o jornal digital "Cascais24", que avança esta quarta-feira com a notícia, o homem estava dado como desaparecido desde o passado dia 12.

No local estiveram a PSP, bem como uma brigada da Secção de Desaparecidos e outra de Homicídios da Polícia Judiciária de Lisboa e Vale do Tejo. O corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal de Lisboa para ser autopsiado.

O homem foi segurança discoteca Urban Beach, que foi encerrada a 3 de novembro do ano passado, pelo atual ministro da Administração Interna Eduardo Cabrita, na sequência de agressões violentas, aliadas a 38 queixas por alegadas "práticas violentas ou atos de natureza discriminatória ou racista" no espaço. Entretanto, no final de janeiro, o mesmo ministro decretou a reabertura do espaço.

Até ao encerramento temporário, a segurança daquela discoteca estava entregue à empresa PSG, com sede no Monte Estoril, que, em consequência dos incidentes, veio posteriormente anunciar o abandono da segurança em estabelecimentos de diversão noturna.

Actualização, 22/03/2018
"Tudo aponta para um caso de overdose, pois tinha espetada uma seringa num dos braços, mas o inquérito não está encerrado", disse uma fonte policial ao orgão de comunicação social Cascais24.

O Segurança, foi encontrado num terreno baldio.